O maior artilheiro das Copas salva a Alemanha!

Comentarios

Gana vencia de virada, até Miroslav Klose entrar em campo


Abrindo a segunda rodada do Grupo G, Gana e Alemanha se enfrentaram na Arena Castelão em Fortaleza, com objetivos diferentes. Para manter a sequência da primeira rodada, os alemães buscavam encaminhar a classificação. Os ganeses precisavam se recuperar da derrota sofrida contra os EUA na estreia, para chegar no duelo final contra Portugal, ainda com chances. As duas seleções vieram em busca da vitória, mas a partida começou morna.

A Alemanha manteve a mesma escalação da estreia. Quatro zagueiros, que dão segurança e liberdade para os meio-campistas, mas perdem o avanço pelas laterais e as chegadas até a linha de fundo. Kroos faz uma boa distribuição do jogo na frente dos dois volantes, Lahm e Khedira, que atua mais centralizado, as vezes como um terceiro zagueiro. Götze começou mais participativo em relação ao primeiro jogo. Özil continua rendendo pouco jogando aberto, fora da sua função. Muller foi pouco acionado durante os 45 minutos iniciais, pois a bola não chegava limpa na área.

Gana jogou no 4-4-1-1, que virava um 4-2-1-2-1 no ataque, com Boateng e Andre Ayew abertos nas pontas. Atsu jogou como terceiro volante, mas foi muito participativo no ataque, com qualidade, como no primeiro jogo. Essien e Rabiu seguraram bem as pontas na contenção. O problema da primeira linha de marcação, foram as bolas alçadas entre os defensores ou nas laterais.

Primeiro tempo de poucas oportunidades dos dois lados, jogo truncado, de boas defesas. Já o segundo tempo, começou bem movimentado. A seleção alemã voltou do intervalo mais ligada, e aproveitou a primeira chance que teve. Aos 6 minutos, cruzamento na área de Özil, e o baixinho Götze apareceu no meio da área, aproveitando a falha de marcação.

Götze coloca a Alemanha na frente (Foto: Frank Augstei/AP)

Nem deu tempo de comemorar. Apenas 3 minutos depois, Mustafi que entrou no lugar do Boateng alemão no intervalo, ficou plantado vendo André Ayew, que tinha acabado de substituir o Boateng ganês, cabecear pro no canto direito de Neuer.

A substituição feita por Löw, parecia ter deixado o time mais exposto. Um zagueiro a menos parece ter feito falta, quando Lahm errou a saída de bola, Muntari acionou Gyan em profundidade, que não desperdiçou a chance que teve, e aos 17, anotou seu quarto gol em Copas. Asamoah marcou nas três últimas edições consecutivas, com apenas 28 anos de idade, o que permite disputar no mínimo a Copa da Rússia em 2018, e igualar jogadores como Pelé, que marcaram em quatro seguidas.

Gyan vira o placar no Castelão (Foto: Marcio Jose Sanchez/AP)

Falando em Miroslav, o artilheiro alemão ainda estava no banco até o desempate. Seis minutos depois, Schweinsteiger entrou no lugar de Khedira e o atacante da Lazio substituiu Götze. E parecia estar predestinado. Aos 25, cobrança de escanteio, Mertesacker desviou no primeiro pau e Klose, bem posicionado, fez história. Igualou Ronaldo, 15 gols em Copas. Igualou Pelé, gols em 4 Copas na sequência.

Klose empata o jogo, e entra pra história (Foto: Frank Augstein/AP)

A segunda etapa foi bem mais raça, do que técnica. O cansaço bateu pelo implacável calor cearense, e o rendimento das duas seleções caíram. Schweinteiger quando entrou, deu outra dinâmica ao meio-campo alemão, com passe mais refinado, melhorando a saída de bola. Atsu e Rabiu, os melhores em campo nos dois jogos ganeses, saíram, e o time perdeu qualidade. As substituições influenciaram as equipes, positivamente e negativamente, o que por consequência, mudou a história do jogo. No final, o empate ficou de bom tamanho para ambos os lados.

Na próxima quinta-feira, as 13h00, as duas seleções definem seus rumos no Mundial. Na Arena Pernambuco em Recife, a Alemanha enfrenta os Estados Unidos. Gana enfrenta a seleção portuguesa, no Estádio Mané Garrincha em Brasília.

#Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.