Não faltou emoção em Manaus!

Comentarios
Só o que faltou, foi Cristiano Ronaldo

Texto de: João Vitor Rezende

Apenas os 3 pontos interessavam a Portugal. O empate o deixaria na mesma situação de Gana, com apenas 1 ponto, dependente de combinações para se classificar. Depois de vencer na primeira rodada, os EUA estavam tranquilos, já que até o empate o deixava em situação confortável, precisando apenas de um empate na última rodada em um possível jogo de compadres como a Alemanha. A Arena da Amazônia em Manaus, presenciou um grande duelo.

CR7 parece ter começado mais ativo, com 3 bons dribles em sequência no meio-campo. Mas foi só um lampejo, assim como todo o time português. Com um bom início de jogo, assim como na estreia contra a Alemanha, mas dessa vez, com a bola dentro das redes. Cruzamento na área, Nani aproveitou a bobeada de Cameron, e a mãozinha de Howard, pra abrir o placar com 5 minutos de jogo.

Aos 16, Hélder Postiga sentiu a coxa e deu lugar a Éder, provocando outra lesão no elenco luso. A partir daí, os EUA começaram a mandar na partida. Cristiano Ronaldo e Éder não marcavam, Nani não acompanhava a subida dos laterais. João Moutinho buscava a bola atrás para municiar os atacantes, distribuindo as jogadas, mas quando ele e Veloso avançavam, não tinham cobertura. A última linha de quatro defensores neutralizou bem alguns ataques, mas os estadunidenses tinham liberdade para rodar a bola pelo meio.

Jonsson fez ótima atuação durante o jogo todo. Eficiente na marcação e no ataque, finalizando com a perna esquerda, mesmo atuando na direita, e levando perigo a Beto. Dempsey não ficou fixo no ataque, e sim flutuando, vindo buscar a bola no meio-campo e aparecendo nas pontas. Os norte-americanos jogaram no 4-3-2-1 com uma boa marcação nas duas primeiras linhas, e com Beckerman, Jones e Bedoya aparecendo a frente, para ajudar Zusi e Bradley. Os chutes de fora levaram perigo, mas não o suficiente para abrir o placar.

Para a segunda etapa, Paulo Bento voltou com William Carvalho no lugar de André Almeida, improvisando Miguel Veloso na lateral-esquerda. A alteração parece ter chamado ainda mais os Estados Unidos para o ataque, principalmente com as subidas de Jonsson. Depois de muita insistência, finalmente o empate. Aproveitando o rebote da bola aérea, Jones acerta um belo chute de fora da área no canto direito, sem alcance para Beto, aos 19 minutos.


Jones comemora o gol de empate dos EUA (Foto: Siphiwe Sibeko/Reuters)

Cinco minutos depois do gol, Varela substituiu Raul Meireles. De imediato, a alteração de Bento pareceu equivocada, mas no final deu resultado. No minuto seguinte, Klinsmann promoveu a entrada de Yedlin no lugar de Bedoya, o que deixou seu time ainda mais ofensivo. Os americanos mais incisivos desde o primeiro tempo, mereciam ser recompensados. Até que aos 34, Zusi tocou para Dempsey, que deu uma de Renato Gaúcho, e colocou pra dentro de barriga.

Após o gol, os americanos relaxaram. Zusi e Dempsey foram poupados, o atacante inclusive jogou com o nariz fraturado, em dividida dura com o ganês John Boye na estreia. O resultado parecia estar definido, Portugal ainda incomodava em busca do empate, até que a Copa nos surpreendeu novamente. O gajo Cristiano estava sumido, pouco se movimentava, constantemente ficava impedido. Até que a bola chega nele na ponta direita, e ele coloca na cabeça de Varela, no último lance do jogo. Só não foi o suficiente para a exaltação do craque. Ronaldo ainda tem muito a evoluir nesse Mundial, precisa aparecer, ainda mais no próximo duelo decisivo. 2 a 2, empate com a cara dessa Copa, mas nem tão merecido.


Ronaldo ainda abaixo de sua média (Foto: Dylan Martinez/Reuters)

A decisão do grupo G é na próxima quinta-feira (26), as 13h00. Na Arena Pernambuco em Recife, EUA e Alemanha fazem um possível "jogo de compadres". Um empate beneficia e classifica as duas seleções. Portugal e Gana ainda com chances, buscando a vitória, no Estádio Nacional de Brasília.

#Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.