EUA vence Gana, e dá um importante passo em busca da classificação

Comentarios

Gana terá que ligar os secadores, e vencer a Alemanha. EUA joga pela classificação contra Portugal


A terceira Copa consecutiva em que as duas seleções se enfrentam. Nas outras duas partidas, 2 a 1 para os ganeses, no final da fase de grupos em 2006, e nas oitavas de final em 2010. Dessa vez, a história foi diferente.

E quem chegou 1 minuto atrasado, já viu a bola no meio campo, e não era o apito inicial. Jogada com toques rápidos, até o pé de Dempsey. O atacante mostrou técnica, limpou o zagueiro e chutou cruzado, aos 28 segundos de bola rolando. O sexto gol mais rápido da história das Copas.

Dempsey comemora o gol mais rápido da Copa (Foto: Getty Images)

Por mais que o gol tenha sido tão precoce, Gana não mudou seu estilo de jogo. Com um 4-3-3 bem ofensivo, tirando proveito do recuo da seleção americana após o gol. Apenas Muntari como volante de marcação, com Atsu e Rabiu chegando a frente. Os irmãos Ayew e Gyan, não podem reclamar de falta de oportunidades. O problema, é que os africanos pecaram muito nas finalizações, durante quase todo o jogo.

O primeiro tempo terminou como começou. E o segundo tempo, começou como terminou o primeiro. Os ganeses constantemente no ataque, mas concluindo mal as jogadas. A entrada de Kevin-Prince Boateng no lugar de Jordan Ayew, deu mais qualidade no meio-campo. De tanto a bola teimar em não entrar, uma hora, entrou. O bloqueio da zaga estadunidense, se rompeu com uma bela tabela entre André Ayew, Gyan, e finalização de André, aos 37 minutos do segundo tempo.

Ayew comemora, mas não por muito tempo (Foto: Getty Images)

Mas Gana não teve muito o que comemorar. Apenas 5 minutos depois, cobrança de escanteio do craque da partida Dempsey, Cameron passou pela bola, e Brooks sozinho cabeceou. Cinco minutos de acréscimo, últimos momentos de ataque ganês, mas sem resultados.

Os Estados Unidos mostraram um bom poder defensivo. Um time disciplinado taticamente, com volantes defensivos, mas com bom toque de bola. Do outro lado, não é possível compreender o motivo de Boateng ter sido deixado no banco, já que depois de sua entrada, Gana teve um domínio ofensivo maior. Destaque para a arbitragem, comanda pelo sueco Jonas Eriksson. Uma das melhores atuações desse Mundial.

A seleção africana volta a atuar no sábado, contra a Alemanha, as 16h00, no Castelão em Fortaleza. Precisa vencer para manter esperanças de classificação. No domingo, as 19h00, EUA enfrenta Portugal na Arena Amazônia em Manaus. Uma vitória, garante a classificação estadunidense na próxima fase.

#Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.